Feira Técnica 2018

Feira de Tecnologia, Ciências e Artes

EDITAL Nº 01/2018

 

 

A Coordenação da Feira de Tecnologia, Ciências & Artes POLIVITAL-2018, juntamente com a Direção das Escolas POLIMIG e VITAL BRASIL comunicam aos estudantes as normas para encaminhamento e aprovação de projetos, conforme o disposto no presente edital.

 

1) DA PARTICIPAÇÃO:

 

1.1) A participação dos alunos de acordo com a série de ensino se fará da seguinte forma:

  1. Ensino Fundamental

1o ano ao 5o ano, apresentarão atividades nas diversas áreas de estudo.

6os anos apresentarão atividades na área de Arte.

7os anos na área de Ciências.

8os anos na área de Matemática.

9os anos na área de Ciências/Matemática

  1. Ensino Médio

Escolherão uma das áreas (verificar item 6.2):

  1. Formação Geral (Biologia, Física, Matemática, Química, uma disciplina técnica) ou;
  2. Formação Técnica (ATP e disciplinas relacionadas ao curso) para elaboração do seu trabalho.
  1. Pós Médio

Apresentarão trabalhos na área técnica.

1.2) Cada Grupo poderá ter no máximo 10 (dez) alunos participantes.

1.3) Todos os componentes do grupo deverão estar uniformizados (blusa da escola), com exceção dos alunos do pós-médio que poderão optar pela blusa da escola ou outra a critério da equipe e portar um crachá cujo modelo estará disponível na supervisão e no site da escola.

1.4) Todos os componentes do grupo devem estar aptos a explicar o trabalho aos visitantes e jurados.

 

2) DO LOCAL, DATAS E HORÁRIOS:

 

2.1) O local da Feira de Tecnologia e Ciências POLIVITAL – 2018 será na unidade PII, localizada na Rua Platina, 1407, bairro Calafate.

2.2)  24 de novembro de 2018 – Data do evento.

  •  24/11/2018

 

3) DOS PROJETOS:

 

3.1) O projeto deverá ser redigido conforme orientações, que se encontram à disposição de todos os alunos, junto ao serviço de supervisão da escola, professores e no site: www.polimig.com.br

3.2) A análise do projeto será feita pelo professor orientador que poderá sugerir modificações tais como: conteúdo, redação, materiais utilizados, disciplinas envolvidas e custos.

3.3) 22/10/2018 a 07/11/2018 – Prazo limite para entrega do projeto, em 01 (uma) via ao professor orientador.

3.4) Até 09/11/2018 – Devolução do projeto ao grupo, para as devidas adequações que se fizerem necessárias.

3.5) Os projetos do Ensino Médio das áreas de formação geral (Biologia, Física, Matemática, Química) deverão ter o foco em uma das disciplinas para avaliação dos jurados.

3.6) 12/11/2018  Prazo limite para a aprovação final do projeto, em duas vias, pelo professor orientador do trabalho, através de sua assinatura no mesmo.

3.7) 09/11/2018 à 13/11/2018 – Período estabelecido para inscrição.

3.8) UMA CÓPIA DO PROJETO ASSINADO, DEVERÁ ESTAR À DISPOSIÇÃO DOS JURADOS, JUNTO AOS STANDS, NO DIA DA FEIRA.

3.9) As máquinas e equipamentos elétricos utilizados nos projetos deverão ser de baixa potência. Caso necessite de equipamentos acima de ½ Hp para o projeto, o mesmo deverá ser avaliado e aprovado pelos Professores Altair Condé, Washington Catarino e Anderson Marcelo, Coordenadores responsáveis pela parte elétrica da feira.

3.10) Não será possível trabalhos que necessitem de tensão trifásica.

3.11) Os trabalhos que necessitarem de testes nos laboratórios ou oficinas da escola, só poderão ser realizados com a presença do Coordenador ou professor responsável.

 

4) DAS INSCRIÇÕES:

 

4.1) Período: 09/11/2018 à 13/11/2018

4.2) Local: Supervisão da unidade.

4.3) Valor: R$ 5,00 para alunos do 1o ao 5o ano do Ensino Fundamental.

                  R$ 10,00 para alunos dos 6os aos 9os anos (Ensino Fundamental I), Ensino Médio e Técnico.

4.4) Requisitos: - Entrega do projeto devidamente assinado (duas vias).

     - Preenchimento da ficha de inscrição, detalhando as necessidades para a apresentação do

        trabalho, conforme a descrição do Edital.

                             - Pagamento da taxa.

4.5) Não haverá restituição da taxa para grupos que, por ventura, desistirem da feira ou forem desclassificados pelo não cumprimento das normas constantes neste edital.

 

5) DA AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO:

 

5.1) As classificações dos trabalhos serão definidas de acordo com a participação descrita no item 1 desse edital.

5.2) Constarão da avaliação dos trabalhos os seguintes itens: identificação da equipe (crachás), desenvolvimento do trabalho (apresentação, metodologia, organização e vocabulário adequado à área do conhecimento), criatividade, impacto, atitude e disciplina, projeto escrito e limpeza do ambiente. Cada item será avaliado de 0 a 10 pontos.

5.3) A nota final para a classificação do trabalho será pela média aritmética simples dos critérios estabelecidos no item anterior

5.4) O critério para desempate será pela maior nota nos itens: desenvolvimento, conhecimento do conteúdo do projeto, impacto, atitude e disciplina, nesta ordem.

 

6) DA PREMIAÇÃO:

 

6.1) A premiação obedecerá à seguinte ordem, (por área e por curso):

  1. Ensino Fundamental I

Honra ao Mérito + 6 pontos + Medalha

  1. Ensino Fundamental II, Médio e Técnico

1º colocação: 6 pontos + Troféu

2º colocação: 5 pontos + Troféu

3º colocação: 4 pontos + Troféu

Demais classificações: 3 pontos

6.2) A pontuação pela participação/premiação da Feira se dará da seguinte forma:

  1. Alunos de 1o ao 5o ano receberão os pontos nas diversas áreas de estudo + Troféu.
  2. Alunos dos 6os, 7os, 8os e 9os anos receberão os pontos nas disciplinas relacionadas com a Feira (item 1.1).
  3. Alunos dos 1os, 2os e 3os séries (Ensino Médio) receberão pontos em uma disciplina técnica e em mais três outras disciplinas relacionadas com a feira:
  1. Formação Geral - Biologia, Física, Matemática, Química;
  1. Alunos dos Pós-Médios receberão pontos na disciplina Atividade Programada e 03 disciplinas envolvidas no trabalho, à escolha do grupo.

6.3) O trabalho que for único em sua área/curso, receberá como premiação Troféu de Honra ao Mérito e de 03 a 06 pontos nas disciplinas envolvidas, de acordo com a avaliação dos jurados.

6.4) Premiação Trabalho Inovador – o trabalho que for inédito, único, exclusivo, não tiver patente, estará concorrendo ao Troféu Inovador.

 

7) DAS PENALIZAÇÕES:

 

7.1) Atos de Indisciplina ou Agressividade, por parte de integrantes da equipe, causará penalidade para toda a equipe no item Atitude e Disciplina, além do mesmo ser desclassificado automaticamente. O integrante responsável pelo ato, será convidado a se retirar do local da Feira.

7.2) O aluno que cometer algum ato de vandalismo ou depredação do ambiente, a equipe poderá ser desclassificada e o aluno deverá ressarcir os danos causados.

7.3) A Equipe deverá buscar formas criativas para a divulgação do trabalho que será apresentado;

7.4) NÃO será permitido a fixação de cartaz nas paredes da Escola. A finalidade é a conservação da estrutura física do local. A equipe que infringir esta norma, será pedido a retirada dos mesmos e penalizada nos itens Limpeza do Ambiente e Atitude e Disciplina.

7.5) Atitudes desrespeitosas no ambiente da Feira serão passíveis de advertências, penalização no item  Atitude e Disciplina e/ou desclassificação da equipe, dependendo da gravidade da atitude.

7.6) Funcionários, devidamente identificados, farão as vistorias nas salas, corredores e pátios, zelando sempre pela boa disciplina. As advertências que forem relatadas à Equipe de Coordenação da Feira, serão analisadas, podendo penalizar a Equipe no item Atitude e Disciplina e até desclassificá-la.

7.7) NENHUM participante PODERÁ se alimentar nos Stands. Quando da necessidade da alimentação, o integrante deverá se dirigir até a cantina, pátio ou local apropriado para tal. A equipe que infringir esta norma será penalizada nos itens Limpeza do ambiente e Atitude e Disciplina.

 

8) CONSIDERAÇÕES FINAIS:

 

8.1) A decisão dos jurados não é passível de recursos.

8.2) Não será permitido o uso de tendas e correlatos, assim como práticas com inflamáveis que gerem fumaça, fuligem em ambientes fechados.

8.3) A Escola não emprestará material das oficinas e laboratórios para execução dos trabalhos.

8.4) Será DISPONIBILIZADO a cada grupo, para montagem de seu Trabalho, o espaço de 06 m2 (Um retângulo de 2m x 3m) e, no MÁXIMO, 3 mesas e 1 cadeira (independente do tamanho do trabalho).

8.5) NÃO SERÁ ACEITO PROJETO QUE NÃO ATENDA AOS PRAZOS E NORMAS ESTABELECIDOS NESTE EDITAL.

 

Parágrafo Único – Casos omissos serão julgados pela comissão formada por integrantes da Coordenação da Feira e da Direção das Escolas da Rede POLIMIG/VITAL BRASIL.

 

Belo Horizonte, 16 de outubro de 2018.

 

Jonice Cenita

Coordenação Feira Tecnológica - POLIVITAL

 

 

 

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO PROJETO PARA A POLIVITAL/2018

Normas da ABNT para apresentação de trabalhos científicos e dissertações

 

APRESENTAÇÃO

São muitas as normas da área de documentação aprovadas pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Apresentamos aqui apenas informações básicas que consideramos adequadas para a apresentação de um bom trabalho científico. Adaptado pela Equipe Coordenadora da Feira POLIVITAL, para os alunos da Rede de Ensino POLIMIG / Vital Brasil.

1 ESTRUTURA DO TRABALHO CIENTÍFICO

  • Capa
  • Folha de rosto
  • Resumo
  • Sumário
  • Folha de aprovação
  • Corpo do texto (introdução, desenvolvimento, conclusão)
  • Referências
  • Anexos

1.1 Capa

Proteção externa do trabalho, devendo conter dados essenciais que identifiquem a obra (nome da instituição, título, autor(es), local, ano).

1.2 Folha de Rosto

Deve conter os elementos essenciais que identifiquem a obra, na seguinte ordem:

  • Autor (es) – Primeiro elemento da folha de rosto, inserido no alto da página, centralizado. Nome completo.
  • Título principal – O título deverá ter posição de destaque na folha de rosto, podendo ser com letras maiores, negrita ou em caixa alta.
  • Subtítulo (se houver, deve ser logo após o título e precedido de dois pontos). O subtítulo deverá ter menor destaque que o título.
  • Nota de apresentação – natureza (trabalhos científicos e dissertações); nome da instituição a que é submetido e a disciplina. Devem ser digitados com alinhamento do meio para a direita.
  • Nome completo do professor (es) orientador.
  • Local.
  • Data.

1.3 Folha de aprovação 

Deve conter autor, título, subtítulo (se houver), disciplina, nome da instituição, local, data de aprovação, nome e assinatura do professor orientador.

1.4 Resumo

O resumo pode ser considerado a vitrine do seu trabalho, a parte que irá despertar nas pessoas o interesse pelo seu texto, principalmente em artigos, e onde são destacados os pontos relevantes da pesquisa. Invariavelmente o resumo será a seção mais lida do seu documento científico e, por isso, é importante que seja bem formulado.

A escolha das palavras-chave também merece cuidado especial, pois estas possibilitam que seu trabalho seja encontrado por outros autores. Elas devem ter relação com os principais temas abordados no trabalho, de forma que sejam uma síntese das principais ideias desenvolvidas no documento. São utilizadas geralmente de três a cinco palavras-chave, logo abaixo do resumo e separadas por pontos.

1.5 Sumário

Enumeração dos capítulos, seções e partes que compõem o trabalho, seguido de sua localização dentro do texto. Deve ser empregada a numeração progressiva. Utilizar somente algarismos arábicos e os títulos deve ser destacado gradativamente, usando-se os recursos de negrito, itálico ou grifo, caixa alta e caixa baixa. Devem ser digitados, alinhados à esquerda da página. Os elementos que antecedem ao sumário (dedicatória, agradecimentos, etc.) não devem ser descritos no mesmo.

1.6 Corpo do texto

  • Introdução – Devem constar os objetivos, o tema proposto e outros elementos para situar o trabalho.
  • Desenvolvimento – Os alunos deverão relatar, de maneira sintética, a idéia do grupo apresentando o fundamento teórico que comprove a originalidade da idéia, deverão explicar a metodologia da pesquisa, explicar como os recursos serão utilizados na apresentação. Ainda deverão ser previstos possíveis riscos de incêndio ou acidentes diversos e quais as precauções a serem tomadas para a prevenção desses fatos e, também, uma estimativa de custo total do projeto, bem como possíveis patrocínios.
  • Conclusão – Apresentação dos resultados da pesquisa constando atualidade do tema, as polêmicas solucionadas ou não e as perspectivas criadas pelo trabalho.

1.7 Referências 

Conjunto de elementos que identificam as obras consultadas e/ou citadas no texto (projeto). As referências devem ser ordenadas em uma única ordem alfabética, alinhadas a esquerda, em espaço simples, e espaço duplo entre elas.

IMPORTANTE: Trabalhos que não possuem referências não são considerados de cunho científico. Por não possuírem embasamento teórico, são tratadas como obras de ficção.

1.8 Anexo

Deve conter os elementos presentes nesta lista, na seguinte ordem:

  • Textos ou documentos que servem de comprovação e/ou complementação de sua argumentação. São Identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos.
  • Um cronograma a ser montado com as possíveis datas de realização de cada fase do trabalho.
  • Deverão ser listados, em ordem alfabética, os alunos envolvidos no grupo (com a turma), o professor orientador e possíveis assessores técnicos (internos ou externos).
  • Deverá constar uma lista, com dia e hora (da apresentação do Trabalho na Feira), do rodízio dos componentes do grupo que permanecerão no stand.
  • Lay-out do stant é um desenho de vista superior expondo as posições dos materiais do trabalho, dentro do espaço do stant. Deverá obrigatoriamente vir na penúltima página do Projeto.
  • Deverão ser listados os recursos que serão fornecidos pela escola (ver no Edital), se necessitam de água, tomadas, espaço aberto ou fechado, o nível de ruído e a quantidade de kWh utilizada pelo trabalho. Deverá obrigatoriamente vir na última página do Projeto.

 

2 FORMATOS DE APRESENTAÇÃO 

2.1 Papel e Fonte

Os trabalhos devem ser digitados em papel formato A-4 (210 x 297 mm). Devem ser digitados em fonte tamanho 12 para texto e tamanho 10 para citações longas e notas de rodapé. A ABNT não prevê tipo de letra. Recomendamos a utilização dos tipos Arial ou Times New Roman.

2.2 Margem

Margem superior e esquerda três cm e inferior e direita dois cm.

2.3 Espaçamento

Todo texto deverá ser digitado em espaço duplo entre linhas. As citações longas, notas, referências bibliográficas, resumos devem ser digitados em espaço simples. Entre o título do capítulo ou seções e seu texto, devem-se deixar dois espaços duplos.

2.4 Parágrafo

O projeto gráfico é de responsabilidade do autor, segundo a NBR 14724/2002. A Disciplina de Organização e Normas utilizará o parágrafo recuado a 1,25 da margem esquerda, sem espaços entre parágrafos.

2.5 Paginação

A numeração das páginas deve aparecer a partir da primeira página do texto (1.11), porém devem ser contadas as páginas preliminares desde a folha de rosto. Devem ser feita em algarismos arábicos, dentro da margem direita superior. Todo trabalho deverá ser numerado, incluindo os anexos.

2.6 Ilustrações

Deve ser inserido o mais próximo possível do texto a que se referem; As legendas devem aparecer na parte inferior, seguida de seu número em algarismos arábicos, título e fonte, digitados em fonte tamanho 10.

2.7 Tabelas (IBGE – NORMAS DE APRESENTAÇÃO TABULAR/1993)

Forma de apresentação de informações numéricas. Quando se tratar de dados textuais, devem ser inseridos como quadros. Deve ser inserido o mais próximo possível do texto a que se referem; Toda tabela deverá conter título, indicando a natureza, a abrangência geográfica e temporal de seus dados (Ex.: Mortalidade – Brasil – 1998). O título deve aparecer na parte superior, seguida de seu número em algarismos arábicos. Fontes e notas devem ser colocadas na parte inferior da tabela, digitados em tamanho 10. Devem possuir traços horizontais separando o cabeçalho e o rodapé, sem linhas de separação de dados. Devem possuir traços verticais separando as colunas de dados, sem fechamento lateral.

2.8 Encadernação

Deve ser encadernado com encadernação espiral.

3 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE REFERÊNCIAS

A pontuação utilizada nesta norma, segue os padrões internacionais.

3.1 Regras para entrada de autor (nomes pessoais e instituições)

Autor único

ECO, Umberto (sobrenome simples)

CASTELO BRANCO, Humberto (sobrenome composto)

MOREIRA JÚNIOR, Sérgio (sobrenome de família)

Até três autores (devem ser separados por ponto e vírgula)

SANTOS, Angela R.; FREZA, Eloisa M.; CAUTELA, Lucinda

Mais de três autores (Indica-se o primeiro autor, seguido da expressão ECT al.)

PIRES, Maria Coeli ECT al.

3.2 Artigos de Periódico

Elementos essenciais

Autor, título, subtítulo do artigo, título do periódico, local de publicação, volume, número, paginas do artigo, mês e data de publicação.

Artigo de periódico

MARQUES, Benjamim Campolina. Legislação e movimentos pendulares ambientais. Revista Mineira de Engenharia, Belo Horizonte, v.3, n.6, p.8-11, out. 1989.

3.3 Artigo de Jornal

Elementos essenciais

Autor, título, subtítulo do artigo, título do jornal, local de publicação, data de publicação, caderno e páginas.

Artigo de Jornal

WERNECK, Humberto. Dona Chiquita: as primeiras estórias de Guimarães Rosa. Minas Gerais, Belo Horizonte, 23 nov. 1968. Suplemento Literário, p.3.

3.4 Documentos eletrônicos

Elementos essenciais

Devem-se mencionar os dados das obras, sejam estes artigos de periódicos ou jornal, livros, documentos jurídicos e textos diversos.

Artigo de periódico eletrônico

Windows 98: o melhor caminho para atualização. PC Word, São Paulo, n.75, set. 1998.

Disponível em: <http://www.idg.com.br/abre.htm> Acesso em: 10 set. 1998.

Artigo de jornal eletrônico

SILVA, I. Pena de morte para o nascituro. O Estado de São Paulo, São Paulo, 19 set. 1998. Disponível em: <http://www.providafamilia.org/pena_morte_nascituro.htm> Acesso em 29 set. 1998.

Monografia em meio eletrônico

SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Entendendo o meio ambiente. São Paulo, 1999. Disponível em: <http://www.dbd.org.br/sma/ entendendo/atual.htm> Acesso em: 8 mar. 1999.

3.5 Materiais especiais

(Filme, Fotografia, Mapa, Discos).

Filme

CENTRAL do Brasil. Direção Walter Salles Júnior. Produção: Martine de Clemont-Tonnerre e Arthur Cohn. Intérpretes: Fernanda Montenegro; Marília Pera; Vinicius de Oliveira e outros. Roteiro: Marcos Bernstein, Joáo Emanuel Carneiro e Walter Salles Júnior. Rio de Janeiro: Riofile, 1998. uma fita de vídeo (106 min.), VHS, som., color.

Fotografia

KOBAYASHI, K. Doença dos xavantes. 1980. 1fot., color. 16cm x 56 cm.

Mapa

BRASIL e parte da América do Sul: mapa político, escolar, rodoviário, turístico e regional.

São Paulo: Michalany, 1981. um mapa, color, 79 cm x 95 cm. Escala 1:600.000

Disco

COSTA, S.; SILVA, A. Jura secreta. Intérprete: Simone. In: SIMONE. Face a face. Rio de Janeiro: Emi-Odeon, 1977. um CD. (40 min.). Faixa sete.

Fita cassete

SILVA, L. I. L. da. Luiz Inácio Lula da Silva: depoimento [abr. 1991]. Entrevistadores: V. Tremel e M. Garcia. São Paulo: SENAI, 1991. duas fitas cassete (120 min.) 3 ¾ pps, estéreo.

4 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE NOTAS

Considerações ou esclarecimentos que não devam ser incluídos no texto, para não interromper a seqüência lógica da leitura. Devem-se evitar notas explicativas muito longas, pois prejudicam a leitura do texto. Devem ser colocadas na parte inferior da página, separadas do texto por um espaço contínuo de três cm e digitados em espaço simples e com caracteres tamanho 10. Usa-se espaço duplo para separá-las entre si.

Exemplo:

----------------------

1 Nota do tradutor

 

2 Trabalho realizado com o auxílio financeiro da CAPES

 

3 Mais detalhes a este respeito podem ser encontrados em Ferreira (1978, p.119-136)

 

5 OBSERVAÇÕES EM RELAÇÃO AO PADRÃO DE NORMALIZAÇÃO ADOTADO           

A ABNT utiliza várias outras regras que não serão adotadas pela Comissão Organizadora da Feira de Tecnologia & Ciências. Escolhemos aquelas que consideramos que facilitam melhor a compreensão do leitor.

BOM TRABALHO!!

 

Clique aqui e imprima os itens obrigatórios

 

CRACHA

 

Ficha de Inscrição Fundamental 2018

 

Ficha de Inscrição Médio e Técnico 2018